Quem nos ajuda a tornar tudo isso possível

Tacaruna Social aporta no GAC-PE


Tacaruna Social aporta no GAC-PE

15/08/2016

O projeto social do Shopping Tacaruna, o Tacaruna Social, aportou no GAC-PE no dia 15 de agosto para promover a oficina de artesanato “Bonecos Cozinheiros” para os acompanhantes dos pacientes assistidos pela instituição. A ação aconteceu no auditório do 7° andar do Centro de Oncohematologia Pediátrica (CEONHPE) do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC) e contou com aproximadamente vinte pessoas entre pais, mães, pacientes e ex-pacientes, além de mulheres, na sua maioria mães, das comunidades do entorno do centro de compras que são assistidas pela sua iniciativa social.

Na ocasião, além de promover essa capacitação para o público assistido pelo GAC-PE, foi possível oportunizar: a socialização entre mães da comunidade e mãe de pacientes – todas as segundas-feiras há uma reunião de acolhimento às famílias promovida pela equipe multidisciplinar do CEONHPE; a celebração do “Dia dos Pais” com os que estavam internados e as mães que exercem essa função dentro e fora do tratamento.

A relevância dos trabalhos desenvolvidos pelo GAC-PE e o Tacaruna Social foi destaque entre os participantes. Entre os presentes, a presidente do GAC-PE, Dra. Vera Morais, a tesoureira, Dra. Divamar Albuquerque, a coordenadora social do Tacaruna Social, Sra. Sylvia Vasconcelos, a assistente social do projeto, Roziane Ramos, e a analista de projetos, Rose Rodrigues.

Dra Vera Morais, fez questão de frisar a importância da parceria com o Shopping Tacaruna, em especial a aproximação com o Tacaruna Social, revelando a sua admiração pela ação. “Fomos visitar lá as instalações e a vontade foi de não sair de lá. Um trabalho feito com muita dedicação e efetividade. Admiráve1”, finaliza.

Para a mãe de João Gabriel, 12 anos, paciente assistido pelo GAC-PE desde 2014, oriundo de Maceió. “O GAC-PE é a nossa tabua de salvação. Eu agradeço primeiramente a Deus, depois as pessoas que fazem esta instituição, pois são gestos como estes que nos motivam a ter forças para se manter firme nesta luta”, pontua a técnica de enfermagem.

Sylvia Vasconcelos deu o seu depoimento e aponta para os resultados otimistas alcançados pelo projeto. “Existimos há dez anos e através de resultados eficazes conseguimos não só contribuir com a transformação de muitas vidas, mas também ter o apoio da gestão para desenvolver novas ações”, declara.

Apesar de terem propostas de trabalhos diferentes, o GAC-PE e o Tacaruna Social estão inseridos e atuam numa mesma comunidade, o bairro de Santo Amaro, juntos contribuem para melhoria da sociedade, sobretudo, transformar à realidade de muitas pessoas que carecem de oportunidades, atenção e um olhar humanizado.

Notícias Anteriores