Quem nos ajuda a tornar tudo isso possível

GAC-PE inaugura um dos raros serviços de pronto atendimento do país


GAC-PE inaugura um dos raros serviços de pronto atendimento do país

13/12/2017

Com investimento de R$ 260 mil, a unidade atenderá, com plantões 24h com especialista, crianças, adolescentes e jovens com câncer em situação de emergência. Inauguração será no dia 14 de dezembro, às 10h, no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC).

Mais um aliado na luta contra o câncer infantojuvenil e a favor da humanização do tratamento de crianças, adolescentes e jovens com câncer será inaugurado na próxima quinta-feira (12/12), às 10h, no Centro de OncoHematologia Pediátrico (CEONHPE) do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC) da Universidade de Pernambuco (UPE). Trata-se de um dos raros Serviços de Pronto de Atendimento (SPA) do país dentro de um serviço de câncer infantojuvenil que contará com médico especialista em Oncologia Pediátrica 24h. O feito é do Grupo de Ajuda à Criança Carente com Câncer - Pernambuco (GAC-PE) em parceria com o Instituto Ronald McDonald que financiou a implantação do espaço.

O SPA é mais uma entrega humanizada do GAC-PE para os pacientes atendidos no CEONHPE que poderão receber atendimento, em casos de emergência médica, diretamente com o especialista. O espaço é o novo aliado da instituição beneficente na humanização do tratamento do câncer infantojuvenil. Em linhas gerais, o serviço conta com plantonistas especializados em oncologia pediátrica disponível 24h por dia, durante todos os dias da semana. A implantação pretende contribuir para a melhoria da qualidade do atendimento oncohematológico pediátrico da população, assim como o promover o conforto, bem-estar psíquico e emocional dos pacientes.

“Esse tipo de atendimento emergencial já existia, mas nossos pacientes não contavam com um espaço específico, mais bem estruturado e confortável, para serem atendidos em situações de emergência e fora do horário de atendimento ambulatorial. Nessas ocasiões, ao invés de serem acolhidos e atendidos pelos oncopediatras de plantão nas enfermarias ou salas e prescrições dos andares de internamento, receberão atendimento no SPA”, explica Vera Morais, oncopediatra e presidente do GAC-PE.

O espaço do SPA é uma área reformada no térreo do prédio do GAC-PE, tem 130,28m² e conta com recepção própria, sala para o atendimento de emergência, consultório pediátrico, sala para os médicos, sala de espera para acompanhantes, guarda volumes e banheiros. Todos os ambientes são climatizados e atendem às normas de acessibilidade. Os profissionais que compõem a equipe multiprofissional que atuará no SPA são servidores do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC), ao qual o serviço está integrado. As obras e o mobiliário do espaço totalizaram um investimento de R$ 260 mil. O público beneficiado serão crianças, adolescentes e jovens, de 0 a 19 anos incompletos, que fazem tratamento no CEONHPE.

Segundo, Francisco Neves, superintendente do Instituto Ronald McDonald, é uma satisfação contribuir em mais um projeto que possibilita o tratamento mais humano e de maior qualidade às crianças e adolescentes de Recife. “Esperamos que o novo Serviço de Pronto Atendimento do HUOC traga todo amparo necessário não só aos jovens que lutam contra o câncer, mas às suas famílias, que os acompanham por todo o processo. Para que essa melhora de condições possa chegar a cada vez mais pacientes, o Instituto Ronald McDonald vem articulando programas em todo o Brasil, aproximando famílias e levando esperança aos jovens”, declarou.

CÂNCER INFANTOJUVENIL - O câncer é a primeira causa de morte, por doença, na faixa etária entre 1 e 18 anos. São 13 mil novos casos por ano no país, segundo a Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (SOBOPE). De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), cerca de 80% das crianças e adolescentes que desenvolvem a doença podem ser curados se diagnosticados precocemente e tratados em centros especializados. Porém, a taxa de cura no Brasil, ainda está abaixo do esperado devido à falta de alerta para os sinais da doença, uma média de 48% de cura.

O diagnóstico tardio está atrelado ao fato dos sintomas do câncer infantojuvenil serem confundidos com outras enfermidades comuns à infância. É por isso que a campanha do dia 23 de novembro reforça os sinais aos quais a família deve ficar alerta, como febre persistente, surgimento de caroços, dores ósseas, vômitos, hematomas, entre outros.

Notícias Anteriores



2 3 4 5 6 7 42 Próxima