Quem nos ajuda a tornar tudo isso possível

Prog. Diagnóstico Precoce é ampliado para dez estados


27/11/2009

A nova fase do Programa capacitará cerca de seis mil profissionais, beneficiando quase três milhões de jovens e crianças.

As chances de cura do câncer em crianças e adolescentes estão diretamente relacionadas com sua detecção precoce.
Ao identificar essa demanda prioritária, o Instituto Ronald McDonald desenvolveu o Programa Diagnóstico Precoce, em parceira com o Instituto Nacional de Câncer (INCA) e a Sociedade Brasileira de OncologiaPediátrica (Sobope).

Lançado em 2008, o Programa capacita profissionais da Atenção Básica de Saúde – como médicos, enfermeiros e agentes comunitários - para encaminhar adequadamente casos de crianças e adolescentes com suspeita de câncer. Após capacitar 2.606 profissionais em oito estados brasileiros e contribuir com o rápido diagnóstico de 18 casos de câncer na Etapa Piloto, o Programa Diagnóstico Precoce acaba de ser expandido para 13 instituições de dez estados e capacitará aproximadamente seis mil profissionais em sua nova fase.

"Após a análise dos projetos apresentados para participar desta segunda etapa do Programa Diagnóstico Precoce, que contou com a participação de representantes do INCA e da SOBOPE em um comitê de pareceristas,selecionamos aqueles que atenderam aos requisitos do edital, incluindo os que atuam nos estados com as maiores taxas de mortalidade por câncer em crianças e adolescentes. Serão investidos mais de R$ 1,1 milhão para a expansão do Programa que beneficiará quase três milhões de jovens e crianças", afirma Francisco Neves, superintendente do Instituto Ronald McDonald.

As instituições escolhidas foram: AACC (Campo Grande/MS), UOPECCAN Cascavel/PR), Associação Peter Pan (Fortaleza/CE), GACC (Itabuna/BA), Apala Maceió/CE), Fundação Sara Albuquerque (Montes Claros/MG), Casa Durval Paiva Natal/RN), GAC (Recife/PE), Instituto Desiderata (Rio de Janeiro/RJ), GACC Salvador/BA), Casa Ronald McDonald (Santo André/SP), GACC (São José dos Campos/SP) e Grupo Luta pela Vida (Uberlândia/MG).

Desde seu lançamento, o Programa é mantido integralmente pelo Instituto Ronald McDonald com as doações depositadas pelos clientes do McDonald’s nos cofrinhos disponíveis nos balcões dos restaurantes da rede. Em 2008, foram arrecadados e destinados para o Programa mais de R$ 416 mil.


Ação local - Em 2008, durante a Etapa Piloto do Programa Diagnóstico Precoce, o Grupo de Ajuda à Criança Carente com Câncer (GAC-PE) capacitou 246 profissionais e Agentes Comunitários de Saúde de Pernambuco. As áreas escolhidas para atuação da instituição na fase de expansão do Programa são: Limoeiro, Vitória de Santo Antão e Recife. Essa ação vem sendo muito importante para os participantes. "Depois da capacitação observamos um maior compromisso com a causa e uma busca maior por informações", afirma a Coordenadora Científica do GAC, Dra. Vera Morais. O resultado da campanha foi imediato. Ao longo do processo, 22 jovens e crianças foram encaminhados para profissionais da área. Destes, sete tiveram o caso confirmado. Publicação inédita no combate ao câncer infanto-juvenil

Acaba de ser lançada uma publicação sobre o tema que procura abordar o conteúdo essencial para que os profissionais da Atenção Básica possam colaborar na atenção à criança e ao adolescente com câncer, desde a suspeita da doença até os cuidados necessários durante o tratamento. Contando com a participação de 13 autores experientes da área de oncologia pediátrica, o livro foi elaborado sob a coordenação do Instituto Ronald McDonald e será distribuído a todos os profissionais a serem capacitados.

"Este livro é uma ferramenta privilegiada de conhecimento que, assim como o Programa Diagnóstico Precoce, é o resultado do comprometimento e da parceria construtiva do INCA, SOBOPE e Instituto Ronald McDonald.
Essa ação integrada é essencial para enfrentarmos o problema do câncer na criança e no adolescente e oferece possibilidades de resultados concretos na vida de cada jovem, tanto no aumento da possibilidade de cura quanto na qualidade de vida", afirma Dr. Luiz Antonio Santini Rodrigues da Silva, diretor Geral do Instituto Nacional de Câncer (INCA).

Sobre o Instituto Ronald McDonald e programas O Instituto Ronald McDonald é uma instituição sem fins lucrativos que promove e apóia ações em prol de crianças e adolescentes com câncer. O principal objetivo do Instituto é aumentar o índice de cura do câncerinfanto-juvenil e suas maiores fontes de arrecadação para essa finalidade são o McDia Feliz e a Campanha dos Cofrinhos.

O Instituto coordena diversos programas, como o Programa Diagnóstico Precoce, que visa capacitar profissionais de saúde do Programa Saúde da Família para poderem identificar sintomas suspeitos de câncer em crianças e adolescentes e encaminhar os casos ao especialista apropriado, além do Programa Casa Ronald McDonald, que conta hoje com três unidades: Rio de Janeiro, Grande ABC e São Paulo.

Todas as casas oferecem hospedagem, alimentação, transporte e suporte psicossocial para pacientes em tratamento que estejam fora de suas cidades, ajudando a fazer a diferença na qualidade de vida de crianças e adolescentes com câncer.

O Instituto Ronald McDonald também coordena o McDia Feliz, a maior e mais abrangente campanha do país no combate ao câncer infanto-juvenil. Todas as doações são destinadas a projetos apresentados por instituições beneficentes de todo o país que cuidam de crianças e adolescentes com câncer. Os projetos são selecionados e aprovados pelo Conselho Científico do Instituto, formado por alguns dos maiores oncologistas do país.
Em 2009, o Instituto comemorou dez anos de atuação no combate ao câncer infanto-juvenil no Brasil. Desde a sua criação, mais de R$ 116 milhões já foram arrecadados, beneficiando mais de 100 instituições e viabilizando cerca de 120 projetos de estruturação do atendimento hospitalar e mais de 100 projetos de atendimento psicossocial.

Sobre o McDonald’s Brasil A marca McDonald’s é líder no segmento de alimentação fora de casa e conta com 567 restaurantes e 58 unidades de McCafé. Há 30 anos atuando no Brasil, a rede está presente em 140 cidades, localizadas em 22 estados e no Distrito Federal.

A marca McDonald’s no Brasil é operada pela empresa Arcos Dourados, de capital latino-americano e detentora da maior franquia McDonald’s no mundo, com 1.700 restaurantes distribuídos em 19 países da região.

Em 2008, foram atendidos 1,6 milhão de clientes no Brasil, com faturamento de R$ 3,3 bilhões, que representou um crescimento de 22% em relação ao ano anterior. Esses números garantiram a primeira posição em vendas no país e a oitava posição no ranking global da corporação.

A rede é uma das maiores empregadoras privadas do Brasil, com mais de 48 mil funcionários, entre restaurantes próprios e franqueados, e uma das que oferecem mais oportunidades de primeiro emprego. Foi eleita uma das melhores empresas para se trabalhar pelos dois principais indicadores desse quesito no país em 2009.

Informações à imprensa:
Press Comunicação - Tacyana Viard - (81) 3463-0300 / 8670-8872

Notícias Anteriores